Turbine o Site da sua Empresa

Desde que o mundo começou a conviver com a internet, cada um utiliza essa ferramenta com uma finalidade: conectar-se com outras culturas, manter contato com amigos e familiares, divulgar trabalhos ou se informar, entre tantas outras possibilidades que o universo on-line proporciona.Nesse contexto, as empresas vão se moldando de acordo com as novas realidades. Agora, o momento é de expor a marca e suas atividades em sites próprios, atraindo a atenção dos clientes e possíveis investidores.Em Cachoeiro de Itapemirim, quem trabalha bem esse conceito é a empresa de publicidade Load. Comandada por Guilherme Freitas e Emmanuel Marcarini, a Load busca turbinar as empresas através da internet.Para Guilherme, é preciso se preparar, antes de entrar colocar sua marca on-line. “O primeiro passo é estar pronto para ser visto. As empresas precisam entender que a internet não é só uma. Existem diversos dispositivos, formatos e ambientes. A empresa precisa criar um posicionamento e aplicar a tudo. Se o cliente entra no seu site através do celular e o seu site não está pronto para ser visto no celular, acabou. O cliente presume que a sua empresa não é tão “atual” quanto a ele”, comentou Guilherme.Mais que expor produtos e marcas, Emmanuel ressalta que é possível atrair a atenção do internauta de outra forma. “O empresário não precisa esperar que o cliente o procure na internet. Ele pode ir até as pessoas com o que chamamos de marketing de conteúdo, onde você gera informação relevante, o atraindo para sua plataforma”.

Outra forma de atrair a atenção dos consumidores é gerando conteúdo regular. “A internet é dinâmica e o seu cliente também. Sempre que ele estiver on-line vai buscar por informações novas. Se há um mês ele entrou no seu site e quando retornou encontrou a mesma coisa, com certeza você perdeu a chance de surpreende-lo. Se o assunto for rede social então, a resposta e atualizações precisam ser imediatas. As pessoas buscam por novidades diárias, e quando fazem algum questionamento aguardam resposta em até 24 horas, e se estiver em horário útil esse tempo reduz drasticamente. Portanto, se não estiver pronto para essa realidade, o aconselhável é não ir para as mídias sociais”, ponderou Guilherme.A comunicação direta e verdadeira é outro fator importante. “Outro ponto, não minta para o seu cliente. Se você passar uma informação errada para o seu cliente e ele considerar que você tentou enganar ele, nunca mais você terá a confiança dele de volta, não importa o que você publique”, acrescentou.

E para as pequenas empresas ou aquelas que ainda não possuem site, Emmanuel é enfático: “Todo mundo precisa de um site. A diferença está no formato do site e quais plataformas deverão estar conectadas a ele. Hoje, o site serve como referência da empresa, por exemplo se a pessoa precisa contratar um buffet, a primeira coisa que ela faz é entrar na internet, para ver se ele possui um site, redes sociais, ver fotos, comentários. Acredito que uma empresa que não tenha um ambiente virtual começa perdendo para a concorrência”. E para turbinar as empresas, Emmanuel garante que a Load tem feito um trabalho diferenciado. “Entender o cliente e sua rede de contatos. Pesquisar sobre o mercado do cliente, descobrir as melhores estratégias de navegação para aquele público, a melhor forma de interagir e fazer com que o cliente busque mais contatos é o ponto principal. Diria que 50% do trabalho. Depois disso é estar sempre antenado as melhores práticas de design e programação, elas estão em mudança constante, tem que estar atualizado. Um site feito hoje, se ele não receber atualizações, estará totalmente desatualizado no próximo ano. Exemplo disso que há um mês atrás o Google resolveu mudar toda sua engrenagem de pesquisa, os sites que não forem “google friends” vão descer na pesquisa. Por isso investimos tempo para que todos os nossos clientes estivessem de acordo com as novas exigências”, ponderou.

E um setor que tem ficado atento a essas novas realidades é o de mármore e granito. “O setor de rochas tem evoluído bastante em relação ao que apresentar para seus clientes. Sites preparados para todos os dispositivos com multi línguas já fazem parte dessa rotina. No entanto, é preciso estar sempre atento ao mercado interno e externo. A internet é sim um meio de relacionamento pessoal. Se o seu site tem uma versão em inglês, porque não parabenizar o seu cliente americano pelo 4 de julho. Com certeza isso irá agradá-lo. Morando em Cachoeiro e atuando nesse setor há bastante tempo, adquirimos experiência na área e em breve estaremos apresentando para o mercado o STONE – um pacote de serviços online focado no setor de rochas ornamentais”, finalizou Guilherme.


Publicado em 25 de Maio de 2015
Link da materia: http://www.revistaleia.com/leia/pagina_interna.asp?nID=9579&tp=3